Rua Figueira de Mello, 142 - Centro - Petrópolis - RJ (24) 2246-2852 reconciliatiopsi@gmail.com

Programa de Prevenção do Abuso Sexual e Construção de Ambientes Seguros para Crianças e Adolescentes

Trabalhamos a conscientização e a compreensão de tudo o que acontece dentro da realidade do abuso sexual

Coordenação

Dante Ricardo C. Aragón

  • Membro do Sodalício de Vida Cristã;
  • Bacharel em Administração pela Universidade Católica de Petrópolis;
  • Mestre em Psicologia pela Universidade Católica de Petrópolis;
  • Pós-graduado em Antropologia Cristã pela Universidad San Pablo – Arequipa – Perú;
  • Capacitado no programa Criando uma Cultura de Prevenção de Abusos pelo Instituto del Desarrollo Integral de la Persona – Equador;
  • Capacitado no Diplomado “La prevención en la Iglesia Latinoamericana” do Centro de Investigación y Formación Interdisciplinar para la Protección del Menor (CEPROME)
  • Capacitado no Diplomado “Perfilación y Psicodiagnóstico en abuso sexual de víctimas y agresores: diálogo entre el psico-diagnóstico y la psico-teologia” do Centro de Investigación y Formación Interdisciplinar para la Protección del Menor (CEPROME).
  • Apoio ao Comitê de Proteção e Tutela de Menores da Arquidiocese do Rio de Janeiro

José Augusto Rento Cardoso

  • Psicólogo graduado pela Universidade Católica de Petrópolis;
  • Mestre em História e Filosofia da Psicologia – UFJF;
  • Pós-graduado em Psicologia Positiva – UCAM/CPAF;
  • Pós-graduado em Logoterapia e Análise Existencial – UCP/ALVEF;
  • Psicólogo do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro;
  • Psicólogo Clínico;
  • Capacitado no Diplomado “Perfilación y Psicodiagnóstico en abuso sexual de víctimas y agresores: diálogo entre el psico-diagnóstico y la psico-teologia” do Centro de Investigación y Formación Interdisciplinar para la Proteción del Menor (CEPROME).
  • Número de registro profissional: CRP 05/42118.

Clara Maria Matuque

  • Psicóloga graduada pela Universidade Católica de Petrópolis;
  • Pós-Graduada em Terapia Cognitivo Comportamental com ênfase em Crianças e Adolescentes;
  • Pós-Graduada em Avaliação Psicológica;
  • Psicóloga do NAPE-IJ (Núcleo de Atendimento Psicológico Especializado – Infanto- juvenil) em Petrópolis;
  • Capacitada no Programa ‘Creando una cultura de prevención de abusos’ (Instituto de Desarrollo Integral de la Persona-DIP, Equador)
  • Formação em Psicologia Forense
  • Perita Judicial
  • Número de registro profissional: CRP 05/43093.

A Realidade do Abuso sexual

Sabemos que o abuso sexual contra a criança e adolescente tem sido considerado um grave problema de saúde pública devido aos altos índices de ocorrência e às sérias consequências para o desenvolvimento da vítima e de sua família. No período de 2011 a 2017, foram notificados no Sinan (Sistema Nacional de Agravo de Notificações), 184.524 casos de violência sexual, sendo 58.037 (31,5%) contra crianças e 83.068 (45,0%) contra adolescentes, concentrando 76,5% dos casos notificados nesses dois cursos de vida. Comparando-se os anos de 2011 e 2017, observa-se um aumento geral de 83,0% das notificações de violências sexuais.

Um só abuso é um escândalo. É assim, que iniciativas de capacitação, sensibilização e formação para a prevenção tornam-se essenciais e indispensáveis para ajudar à sociedade a ser um lar seguro para todas as pessoas que ingressarem pelas portas das instituições, organizações, escolas, etc.; e que as nossas crianças e adolescentes possam, também, se desenvolver em ambientes sãos, seguros e livres de abuso. Recentemente o Papa Francisco dirigiu as seguintes palavras: “A dor das vítimas e das suas famílias é também a nossa dor, por isso é preciso reafirmar mais uma vez o nosso compromisso em garantir a proteção de menores e de adultos em situações de vulnerabilidade” (Carta, 20/8/2018).

Ilustração Alejandra Martínez

Serviços oferecidos

A Reconciliatio-Psicologia Integral vem desenvolvendo desde o 2017, um Programa de Prevenção de Abuso Sexual e Construção de Ambientes Seguros para Crianças e Adolescentes, o qual inclui alguns Cursos com diversas temáticas, devido à multidisciplinaridade necessária para enfrentar este problema. Nosso Programa acredita que a promoção e a prevenção se fazem necessárias para evitar que as situações abusivas aconteçam. Sendo assim, trabalhamos a conscientização e a compreensão de tudo o que acontece dentro da realidade do abuso sexual, desde uma perspectiva interdisciplinar.

Cursos de capacitação

  • A Prevenção de Abuso Sexual e Construção de ambientes seguros para crianças e adolescentes. Duração: 6h
  • A Prevenção do Abuso Sexual na Igreja. Duração: 10h
  • Abusadores sexuais e vítimas de abuso sexual: Contribuições da Ciência Psicológica. Duração: 8h

Entre em contato conosco: reconciliatiopsi@gmail.com / (24) 98813-3310

Objetivo do Programa

O objetivo de nosso programa consiste em promover a Prevenção do abuso sexual e a Criação e Gestão de ambientes seguros para crianças, adolescentes e adultos vulneráveis no Brasil, através dos cursos de capacitação, palestras e assessorias a organizações, formando pessoas que lutem e se comprometam com uma cultura de prevenção.

Público Alvo

Instituições educativas, instituições eclesiais, organizações sem fins lucrativos, psicólogos, pedagogos, gestores sociais, agentes comunitários, pais de família, etc.

Testemunhos

Untitled-1-1

A capacitação acerca da “Prevenção do abuso sexual e a construção de ambientes seguros para as nossas crianças ” foi extremamente enriquecedora tanto em minha vida pessoal quanto na profissional, pois forneceu ferramentas essenciais para identificar possíveis casos de abuso com os discentes e / ou pessoas próximas, acolher as vítimas, bem como fornecer as diretrizes legais e encaminhá-las a um apoio psicológico necessário. Sou muito grata a esta equipe de psicólogos pelos conhecimentos e experiências partilhadas…Parabéns pelo excelente trabalho! Que Deus continue abençoando e ungindo cada um de vocês nesta nobre missão!

Juliana Pinheiro Freitas, Orientadora Educacional

Ir.-Vitória

Para mim, foi uma experiência muito profunda que me abriu a visão sobre este assunto tão doloroso na sociedade em geral e, sobretudo na realidade eclesial. A partir do curso ministrado pela “Equipe Reconciliatio”, pude compreender que tal acontecimento ocorre de forma silenciosa “sob nossos olhos”. É importante que os familiares e educadores estejam atentos aos sinais manifestados pelas crianças e adolescentes para protegê-los, aplicando medidas corretas e assegurar ambientes seguros de prevenção. Conhecimento é proteção! Com tal experiência, tomo consciência de sermos proativos nestas situações acolhendo o outro que sofre e que não precisa mais sofrer. Achei uma medida de extremo valor para que possamos levar o conhecimento a outros e diminuir cada vez mais os casos de abuso ao nosso redor.

Irmã Vitória

Claudia

Trabalho com crianças e adolescentes vítimas de violência desde 2006. Realmente, fiquei muito feliz em poder participar do curso promovido pela Reconciliatio, todo o conteúdo apresentado, o material disponibilizado, a metodologia utilizada e os palestrantes, excelentes! Renovou minhas esperanças para continuar trabalhando com a prevenção. O curso me animou a procurar na minha Diocese lideranças para dialogar sobre o assunto. Muito obrigada!

Cláudia Bonete, Pedagoga e atuando na Assistência Social.

Frei-Orestes

Participar do Curso de Prevenção do Abuso Sexual na Igreja foi uma grata experiência. Primeiro lugar pela competência dos Assessores no domínio do tema, a didática aplicada nos encontros e o material disponibilizado. E também pela riqueza da troca de experiência entre a pluralidade dos participantes. E o grande ensinamento do quanto é importante a prevenção. Parabéns a Reconciliatio.

Frei Orestes Serra, OFM

Untitled-1

O curso foi muito importante como meio de oportunizar e aprofundar reflexão sobre o tema Prevenção do abuso sexual na Igreja. Permitiu-nos estar em sintonia com a Igreja e comunhão com o Papa Francisco. Parabenizo e agradeço a todos os membros da equipe.

Padre Antônio Ferreira

Organizações parceiras

O Programa conta com algumas instituições parceiras como CEPROME (Centro de investigación y formación interdisciplinar para la protección del menor), ABA (Associação Brasileira de Apostolado). O Programa também conta com o apoio da Diocese de Petrópolis.

Ilustrações Alejandra Martínez