MAIO LARANJA

Mês de Combate ao Abuso e Exploração sexual de crianças e adolescentes

18 de maio de 1973, a menina Araceli Crespo, 8 anos, foi vista com vida pela última vez ao sair mais cedo de sua escola para entregar um envelope enviado por sua mãe, adicta, em um prédio no centro de Vitória, no Espírito Santo (ES).

Ao encontrar os destinatários da encomenda, Araceli foi drogada, espancada, estuprada e assassinada. Seu corpo permaneceu dias escondido em um freezer, desfigurado por um ácido corrosivo, até ser abandonado em um terreno, e localizado por uma criança que brincava no centro da cidade. Os suspeitos no assassinato de Araceli pertenciam a famílias conhecidas de ES e nunca pagaram por seus crimes.

O dia 18 de maio, dia de sua morte, foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Embora não tão famoso quanto o outubro rosa, ou novembro azul, o maio laranja visa evidenciar o cotidiano de milhares de crianças e adolescentes brasileiras.

No ano de 2017 foi instituído através do projeto de lei nº3109/2017 o “Maio laranja”
A luta contra o abuso sexual é uma das frentes de trabalho da Reconciliatio –Desenvolvimento da pessoa

Conhecimento é Proteção!

Deixe uma resposta